Notícias e Atualidades Para Você Ficar Sempre Informado

desenvolvimento-de-sites-blumenau
Consulta Odontológica de rotina o que é avaliado?

Consulta Odontológica de Rotina: o que é avaliado?

Uma consulta odontológica de rotina garante uma série de benefícios para o paciente. É a partir desse tipo de consulta que se pode obter um melhor conhecimento sobre a saúde bucal e assim fazer os tratamentos adequados, nos períodos certos, com melhores chances de cura para determinadas doenças.

No entanto, a consulta odontológica de rotina também estimula o paciente a cuidar mais dos dentes. Isto é, o dentista em Caldas Novas ou qualquer outra cidade do Brasil, pode educar e estimular o paciente a cuidar melhor de seus dentes e assim evitar doenças no médio e longo prazo. Quando o assunto é saúde, você já sabe: informação é tudo!

Abaixo, saiba mais sobre a consulta odontológica de rotina e como ela afeta diretamente as condições de saúde bucal.

O que é avaliado em uma consulta odontológica de rotina

Uma consulta odontológica de rotina visa não só estabelecer as informações corretas ao paciente. Mas também, identificar uma série de problemas que podem ou não acontecer no dia a dia, de maneira que o paciente possa tratar com antecedência ou até mesmo evitar que alguns problemas ocorram.

Assim sendo, veja algumas situações que são avaliadas em um consultório odontológico em uma consulta de rotina:

  • Avaliação das gengivas para identificar potenciais problemas;
  • Mobilidade dos dentes;
  • Encontrar placa bacteriana e tártaro nos dentes do paciente;
  • Encontrar infiltrações;
  • Examinar a língua;
  • Verificar a mordida do paciente (oclusão);
  • Exames de radiografia também podem ser feitos;
  • Orientações gerais sobre a higiene dos dentes;
  • Encontrar potenciais dentes quebrados ou trincados;
  • Entre outras avaliações.

Frequência ideal da consulta odontológica de rotina

A resposta vai depender da necessidade que o dentista implica ao paciente. Afinal, na saúde, cada paciente é único e tem uma situação também única que precisa de supervisão médica adequada.

No entanto, de seis em seis meses é um bom intervalo para procurar um dentista e assim fazer uma avaliação correta dos dentes. Para quem tem tratamentos ou necessidades ainda mais profundas, um intervalo menor deve ser indicado.

No entanto, quem poderá dar essa resposta é somente o dentista. Por isso, procure o seu o quanto antes para começar a cuidar dos seus dentes da maneira que eles – e você – merecem.

Posts Recentes